Fale pelo Whatsapp
como usar a curcuma

Como usar a cúrcuma e seus benefícios

Como usar a cúrcuma: O que aprendi com o mestre Aris Latham foi que as raízes que entram mais fundo na terra acumulam amido e água. Já as raízes que ficam perto da superfície acumulam substâncias poderosas de defesa.

como usar a cúcuma em golden milk

Ainda mais quando a superfície é quente e úmida… A cúrcuma é dessas raízes que serpenteiam a superfície do solo gerando brotos, alguns bulbos chegam a ir mais fundo, mas ela cresce primeiro é na superfície. Por isso que esta planta precisa de agentes químicos poderosos para suportar a ação de microrganismos e insetos.

Trata-se de uma planta perene do subcontinente indiano e muito difundida no mundo, especialmente nos climas tropicais. De fácil cultivo e propagação, o que torna a raiz um alimento barato.

como plantar a curcuma em vasos

Também conhecida como açafrão da terra é um rizoma da família das Zingiberaceae (inclui o gengibre, o plai, entre outros) é descrito como um dos principais remédios na Ayurveda há milênios. Conhecida como haridra (हरिद्रा) nos textos védicos.

Nas últimas décadas, extensas pesquisas pré-clínicas e clínicas forneceram uma base científica para o uso desta especiaria que comprovam suas ações antioxidante, anti-inflamatória, antidispéptico, colagoga, colerética, hipolipemiantes, anticancerígena, antiartrítica, anti aterosclerótica, antidepressiva, antienvelhecimento, antidiabética, antimicrobiana e cicatrizante. É muita coisa!

Para mim, as duas ações mais relevantes são a antioxidante, anti-inflamatória. Isso pelo simples motivo de ajudar uma grande quantidade pacientes com aplicação de emplasto, óleo e chá.

Além disso, ela me ajuda a recuperar as articulações das mãos após um período extenso trabalho de massoterapia.

Eu noto uma diferença enorme quando consumo a cúrcuma em relação à recuperação osteomuscular e disposição. A digestão melhora e o sono também, é incrível.

Composição da cúrcuma

Alguns compostos da cúrcuma são solúveis em água, outros são solúveis em óleo. Assim como alguns componentes são favorecidos pela cocção e outros são mais acentuados no estado in natura.

Portanto o ideal é variar o consumo da cúrcuma em diversas horas do dia em suas formas distintas (in natura, seca, cozida, fria, tintura, etc.)

O chá (extrato aquoso) da cúrcuma estimula a liberação de insulina e apresenta atividade antidepressiva e mostram-se eficazes contra o câncer, inibindo a formação de novas células cancerosas e promovendo a apoptose de células disfuncionais.

Para os compostos oleosos, em especial os curcuminóides, o ideal é consumir junto com outra gordura na mesma refeição.

Dentre os curcuminóides a curcumina é a mais famosa. Pois representa cerca de 2 a 5% da massa da cúrcuma seca e 80% de todos curcuminóides juntos.

Por isso a curcumina é a substância mais estudada e até vendida de forma isolada. Porém já se questiona que talvez a curcumina precise agir em conjunto com as outras substâncias da raiz.

Outra informação interessante é que a curcumina tem sua digestibilidade aumentada em muitas vezes na presença de piperina, substância presente na pimenta do reino.

Como uso tópico é excelente contra dermatites, psoriase e eczemas, além de ter efeito anti-envelhecimento.

Como usar a cúrcuma

Variar a forma de consumo ao longo do dia e em seu formato natural ou minimamente processado.

Não exagere: Consuma no máximo uma colher de sopa de pó por dia. Cerca de 4 a 8 mg de curcumina.

Mais vantagens: É muito barata e fácil de plantar e encontrar. Não precisa comprar suplementos com substâncias isoladas, cápsulas e afins caso não tenha uma prescrição fitoterápica.

A cúrcuma é muito rica oxalato, portanto é contraindicada para pedras nos rins (litíase renal). Também é rica em potássio e é contraindicada para pacientes com insuficiência renal.

Na massagem podemos aplicar pó direto sobre a pele com um óleo ou usar um oleato de cúrcuma. Neste caso, prepare-se para deixar tudo amarelo. Pelos, roupas, cabelo, toalhas e lençóis. Os curcuminóides possuem um pigmento amarelo vibrante quase impossível de retirar. (Em breve devo postar algo de como tirar o pigmento)

Para a massoterapia ayurvédica é muito comum o uso de pós vegetais que ao se misturarem com o óleo carreador liberam os princípios ativos da cúrcuma. Além disso, o pó também provoca uma leve esfoliação e aquecimento pelo aumento do atrito.

Formas de tomar: Shots, vitamina, shakes, chás, sopas, molhos, arroz, tintura.

Para uso tópico: Infusão oleosa, óleo essencial, óleo vegetal, emplastos, tintura, pó puro.

Cúrcuma na Ayurveda

Com os sabores amargo, picante e adstringente, é ideal para os doshas vata e kapha. No entanto o sabor amargo pode equilibrar o dosha pitta que não esteja agravado. Melhora a digestão e é usada para doenças respiratórias das vias aéreas superiores e trato urinário.

Na culinária – Como usar a cúrcuma

Tem gente que usa a cúrcuma só pelo amarelinho que ela dá. Mas quando o assunto é cheiro e sabor nem todo mundo gosta.

arroz com cúrcuma

Prefira refogar a cúrcuma antes com um pouco de óleo e os demais temperos secos. A cúrcuma seca precisa deste ‘susto térmico’ e infusão oleosa para liberar seus princípios ativos, aroma e sabor.

E seguida adicione os vegetais e/ou água do condimento. Neste momento a cúrcuma vai liberar as substâncias hidrossolúveis.

Se for usar a cúrcuma in natura, basta picar ou ralar para refogar junto com os vegetais e o resultado vai ser maravilhoso.

Receitas

Veja a seguir receitas com uso de cúrcuma para diversificar o uso desta planta na sua vida.

Oleato de cúrcuma para massagem – Extrato oleoso

Esta receita é a mais potente de todas. Experimente

Materiais

Triture a a cúrcuma se ela estiver em forma de raiz seca. Se estiver já em pó, não precisa. Em seguida basta colocar em um pote de vidro com o óleo e misturar bem.

Existem 3 forma de fazer um extrato oleoso. A primeira é a frio, a segunda é aquecendo em banho maria e a terceira é ao sol.

  • Banho maria: de 2 a 3 horas de fogo brando, evitando ferver a água.
  • Ao sol: Cubra o vidro com papel alumínio e coloque dentro de um saco de papelão sob o sol por 3 dias. Agite periodicamente.
  • A frio: Deixe a mistura macerando por 2 semanas. Agite periodicamente.

A escolha do método vai depender do seu gosto e pressa. Por fim basta peneirar e usar o óleo sobre a pele.

Lembrando que tudo vai ficar amarelo, mas vale muito a pena. Esta é a aplicação mais poderosa da cúrcuma para artrite, artrose, psoríase e inflamações.

Chá de cúrcuma e gengibre para massoterapeutas

Esta dá um pouco mais de trabalho, pois você precisa ter os ingredientes frescos e bater na hora com auxílio de um pilão.

  • 1 colher de sobremesa de gengibre fresco ralado ou pilado
  • 1 colher de sobremesa de cúrcuma ralada ou pilada
  • 4 sementes de pimenta do reino

Basta pilar tudo junto e adicionar água morna. Deixe infundir por até 10 minutos e beba. Repita isso todos os dias durante uma semana e as dores articulares vão sumir ou diminuir bastante.

Chá de cúrcuma e gengibre secos

Esta é para quem não tem tempo e prefere uma mistura mais durável. Pois basta misturar os pós e guardar em um pote por até 30 dias. A receita abaixo pode ser consumida por sete dias (uma colher de sopa rasa por dia).

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de gengibre em pó
  • 3 colheres de sopa de cúrcuma em pó
  • 1 colher de chá de pimenta moída

Coloque uma colher de sopa rasa num copo e adicione água quente misturando bem. Em seguida é só esperar infundir por 10 minutos. É o tempo que você realiza outra atividade o pó decanta. Então é só beber.

Golden Milk

Uma das minhas formas preferidas, lembrando que esta receita é livre de leite e derivados, mas tradicionalmente é feita com ghee e leite de vaca.

Ingredientes

  • 250ml de bebida vegetal (coco, castanha de caju ou arroz);
  • 1 colher de café de cúrcuma em pó ou fresca (prefiro a fresca);
  • Uma colher de café de gengibre ralado;
  • 1 colher de sobremesa de melaço de cana (opcional);
  • 2 paus de canela;
  • Cardamomo pilado a gosto;
  • 1 colher de sopa de Óleo de coco.
golden milk

Refogue um pouco as especiarias secas no óleo de coco em uma panela de ágata, de preferência. Em seguida adicione o gengibre ralado, a cúrcuma ralada e o leite. Deixe ferver e espere 5 minutos até infundir.

Eu gosto de refogar os ingredientes secos em óleo por alguns segundos pois isso ajuda a liberar o aroma e sabor de uma forma incrível. Mas você pode colocar para cozinhar direto sem problemas.

Então é só peneirar e beber.

Tintura de cúrcuma – Como usar a cúrcuma com álcool

A tintura é uma extrato de substâncias polares com uso do álcool. A tintura de cúrcuma é excelente para tratamento de dispepsia e melhora da digestão. Assim como pode ser utilizada em portadores de dislipidemias ou para quem simplesmente deseja manter uma boa saúde.

Materiais – Como usar a cúrcuma

  • 100ml de álcool 70%
  • 20 gramas de raiz in natura ou 10 gramas de cúrcuma seca
  • 1 frasco âmbar ou escuro com conta gotas

Misture o álcool e o rizoma triturado numa garrafa âmbar e deixe macerar por 2 a 4 semanas, mexendo todos os dias.

Em seguida basta filtrar e passar para frascos menores tipo conta-gotas.

Tome 50 a 100 gotas por dia diluídas em água. ( entre 2,5ml e 5 ml de tintura de cúrcuma)

A validade é de até 2 anos e é contraindicada para crianças, gestantes, lactantes e dependentes de álcool.

Como plantar cúrcuma em vasos de apartamento

Em breve.

Referências

Veja também uma postagem sobre o óleo essencial de hortelã pimenta na massagem

Clique na imagem abaixo e veja o post!

óleo essencial de hortelâ pimenta

5/5 - (5 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima