Óleo de Gergelim para massoterapia – Ayurveda

O óleo de gergelim é um dos que mais utilizo aqui na clínica. Neste texto explico o motivo pelo qual a maioria das pessoas podem ser tratadas com este poderoso óleo.

Segundo a classificação ayurvédica, o óleo de gergelim une qualidades com doce, picante, adstringente e amargo, com efeito de aquecimento. É um óleo mais viscoso e pesado, portanto segura mais substâncias voláteis dos óleos essenciais. Ao usar o óleo de gergelim como carreador se percebe menos o cheiro dos óleos essenciais.

óleo de gergelim

Porém ai que está o brilho dele, pois esta viscosidade faz com que os óleos essenciais fiquem melhor fixados na pele, sendo este o canal de absorção prioritário e não o aroma.

Quando eu uso o óleo de gergelim, coloco em separado uma porção de óleo com uma concentração maior de óleo essencial para aplicar em pontos específicos (cabeça, costas, peito e ombros) ou favorecer mais os aromas.

O óleo de gergelim é um óleo poderoso por ser altamente nutritivo e ter propriedades antioxidantes. Com a presença de compostos bioativos que são facilmente absorvidos pela pele, cabelos, unhas e mucosas.

Óleo de gergelim no dispensar pessoal de massagem

Tem propriedades antibióticas protegendo o corpo de infecções fúngicas e bacterianas, principalmente. Quem consome tahine (pasta de gergelim) sabe que a pasta se conserva em temperatura ambiente por dias sem nenhum aditivo. Apenas uma fina camada de óleo de gergelim sobre a pasta já é suficiente.

O Gergelim

O gergelim é uma planta do gênero Sesamum e que tem origem no oriente médio. Tundo indica que foi cultivado inicialmente na Assíria e Babilônia há mais de 5000 mil anos.

Por sua fácil adaptação a diversos climas, especialmente o semiárido, rapidamente se popularizou no mundo.

O gergelim é uma oleaginosa de alta produtividade, tendo até 52% da sua massa em gordura. Por conta desta característica maior parte das culturas de gergelim são destinadas à fabricação de extrato gorduroso.

Como é a extração do óleo

A extração é feita pela prensagem a frio do gergelim. Este procedimento é essencial para a manutenção das propriedades do óleo vegetal. Vale lembrar que este meio de extração só é possível graças ao alto teor de óleo nas sementes do gergelim.

Mesmo com a prensagem sendo a frio existem perdas. Afinal, o processamento das sementes cria atrito, um leve aquecimento e gera contato do óleo com ar.

Outra excelente característica do óleo de gergelim é que ele é estável e não fica rançoso facilmente. A rancificação é o processo de decomposição dos óleos e que se inicia com o contato da gordura com o ar (oxidação).

Aqui na clínica a rotatividade dos óleos é grande, não dando tempo para rancificar. No entanto os óleos são testados sensorialmente antes de cada uso. Pois os óleos rançosos não possuem propriedades benéficas no uso tópico e podem fazer mal no uso interno. Além disso, possuem odor acre e desagradável.

Benefícios do óleo de gergelim

O gergelim é rico em vitaminas lipossolúveis (A, D ,E e K). Especialmente a Vit. E, um super antioxidante para nosso corpo. Também é rico em ácidos graxos insaturados como o ácido oleico (ômega 9) e ácido linoleico (ômega 6).

O óleo de gergelim também possui uma lignina própria, a sesamolina. Esta ligninia se decompõe formando o sesamol e a sesamina, ambas responsáveis pela resistência do óleo à rancidão.

Entre os principais benefícios do óleo de gergelim estão a ação anti-inflamatória, anti-hipertensivo, hidratante, antienvelhecimento, antioxidade e proteção contra raios UV.

É ideal para pessoas com peles secas por ser altamente nutritivo e hidratante. Ajuda a combater problemas decorrentes do ressecamento na pele, cabelos e unhas.

Este óleo também é calmante, uma vez que é hipotensivo e causa um leve aquecimento no corpo. É muito comum os pacientes que recebem esta massagem terem uma boa noite de sono e até dormirem durante a massoterapia.

Óleo de Gergelim para a Ayurveda

Segundo os textos da Ayurveda o óleo de gergelim é um dos mais usados para a massagem abhyanga. Especialmente para os indivíduos dos doshas Vata e Kapha e com Pitta adormecido.

Sem dúvida é um dos mais indicados para pessoas com agravamento do dosha Vata e que por isso e estão com dificuldade de dormir.

Observe sua noite de sono, pois se você tem a mente acelerada e costuma ficar pensando demais a ponto de ter o sono dificultado. Tenha certeza que este óleo é para você e ele pode te ajudar a dormir melhor, especialmente com a aplicação de massagem.

No entanto o óleo de gergelim não é indicado para pessoas com alto teor de Pitta ou pessoas Kapha muito agravados que estão com excesso de toxinas (ama) e secreções.

Aromaterapia

Para a Aromaterapia o óleo de gergelim é um óleo carreador que ajuda a fixar os óleos essenciais. Os óleos carreadores ajudam a diluir os óleos essenciais, diminuindo sua potência, melhorando o rendimento e ajudam a transportar e distribuir pequenas quantidades de óleos essenciais por todo corpo em uma massagem. Veja aqui uma postagem sobre o Óleo essencial de Hortelã Pimenta.

Dicas de uso

Levemente aquecido é excelente para fazer automassagem ou auto abhyanga, especialmente para os indivíduos com vata agravado. Experimente massagear regiões tensas todo dia pela manhã. Observe que em poucos dias dores e securas na sua pele irão diminuir ou até desaparecer.

Óleo de gergelim na massagem com pedras quentes

Na massoterapia com Pedras Quentes o óleo de gergelim é um dos melhores por ajudar a preservar o calor proporcionado pelas rochas. Como disse anteriormente, este óleo é viscoso e quente, por isso consegue absorver e manter o calor por sua estrutura.

Pois o mesmo forma uma camada mais espessa de óleo criando uma barreira levemente mais grossa entre a pele e o ar. Esta barreira é relativamente fina, mas é o suficiente para nossa pele perceber na hora.

pedras quentes
Exemplo de rochas aquecidas untadas com óleo de gergelim antes da Massagem com Pedras Quentes

Óleo de massagem com gergelim

É possível misturar o óleo de gergelim com sumo de gengibre (embora não se misture plenamente pois enquanto um é gordura, outro é a base de água).

A proporção é cerca de 1 para 1 e o sumo do gengibre deve ser filtrado a partir do gengibre ralado e espremido. Esta mistura é ótima para revigorar, detoxificar o corpo.

Caso não queira usar o sumo do gengibre, basta usar o pó desta raiz. O resultado é fantástico do mesmo modo, porém com um toque esfoliante do pó.

Após a aplicação deixe agir por 15 minutos ou mais.

Óleo de gergelim esfoliante

Basta misturar uma parte de óleo de gergelim com meia parte de amido de arroz. O resultado é um óleo esfoliante 100% natural que você pode usar para realizar massagem com mais atrito e estimulação da pele.

É isso! Espero que você tenha gostado. Agende sua seção de massagem em Recife usando os links abaixo.

óleo de gergelim na massagem

Visite nosso Instagram para receber mais novidades

5/5 - (14 votes)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima