Como meditar na massoterapia

Como meditar na massoterapia? Uma das maiores e melhores conquistas de um massoterapeuta com seu paciente é quando ambos conseguem entrar em estado meditativo durante a seção. Isso ocorre naturalmente quando o foco do massoterapeuta e do paciente ficam voltados exclusivamente para a atividade.

Como meditar na massoterapia

Afinal, o que é meditação?

A meditação é uma atividade que visa a manutenção do foco e abrandamento pensamentos e emoções indesejadas. Este foco pode ser direcionado para a respiração, mantra, pontos imaginários ou até objetos. No caso da massoterapia o foco pode ser na respiração, no local do toque ou nos dois.

Este direcionamento favorece uma maior clareza mental e relaxamento. Existem diversos estudos que apontam os benefícios da meditação para a saúde e para um comportamento mais hábil diante de emoções perturbadoras.

Nem precisa dizer que a meditação promove o foco bem como uma maior capacidade de aproveitar o sono. Como falamos neste artigo.

Na cultura ocidental a meditação ainda é um mistério e muitas pessoas têm dificuldade em começar. Portanto a massoterapia é um ponto de partida muito interessante para quem deseja experimentar e obter o máximo de proveito.

O que pode atrapalhar a meditação?

A primeira seção é um mundo de novidades e por mais que o paciente/praticante esteja à vontade, ainda existem barreiras naturais entre o massoterapeuta e paciente.

Uma destas barreiras está na inexistência de intimidade ou alguma reserva ao toque. Algo muito natural e compreensível e que vai diminuindo ao longo do tempo.

Outra barreira é a aprendizagem dos movimentos, pois o paciente ainda precisa conhecer a sequência e vencer o medo de sentir dor ou desconforto. Em poucas seções o paciente não sente dúvidas e muitas vezes nem precisa de instruções.

Por fim, o receio de sentir dor ou desconforto. Alguns movimentos, fricções ou toque podem ocasionar dores e desconfortos, algo normal para qualquer pessoa. Porém estas sensações, muitas vezes, são acompanhadas de alívio imediato e uma sensação de leveza.

O importante é que nenhum sensação de dor é duradoura ou realmente insuportável.

Em breve vamos criar um artigo sobre dor e desconforto na massoterapia.

Como meditar na massoterapia

O primeiro passo é focar no presente, imaginado que o colchão/maca é tudo que existe.

Em seguida, imagine seu corpo afundando no colhão/maca e mantenha o foco em sua respiração. Esta respiração deve ser profunda e compassada, enchendo bem o abdome.

Esta respiração vai ajudar a oxigenar o cérebro e diminuir a frequência cardíaca

Simbolicamente energeticamente, respirar é soltar angústias e ansiedade que estavam presas no corpo.

Não antecipe ou fique imaginando o que o massoterapeuta está fazendo, comportamento muito comum em pessoas controladoras ou ansiosas. Deixe tudo acontecer.

Mentalize o que o massoterapeuta pedir para você mentalizar.

Se algum pensamento ou memória aparecer, apenas inspire e atravessasse o pensamento na expiração e continue.

Sinta os aromas do ambiente e dos óleos e relaxe.

Descanso final: Como meditar na massoterapia

No fim da seção, existe um tempo especial para relaxamento que varia de pessoa para pessoa e é suficiente para deixar as sensações fluírem com calma sem movimento.

Este momento é uma oportunidade ideal para o paciente concluir a seção com uma breve meditação.

Se você ainda não marcou sua consulta conosco, basta entrar em contato e agendar sua seção de Massoterapia em Recife

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *